Grupo Escolar em Paris

Estes equipamentos – escolas, refeitórios, centro de lazer, sala polivalente – inscrevem-se na filosofia de um plano mais alargado de criação de um eco-bairro nos arredores da cidade de Paris.
Os edifícios apresentam características bem definidas com vista a serem considerados de alta qualidade ambiental e corresponderem às normas mais exigentes de um muito alto nível de desempenho ambiental – no que respeita ao consumo de energia, à gestão das águas e à escolha dos materiais utilizados.

PONTOS FORTES:

– VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO:
a) valorização de monumentos históricos próximos (castelo e quintas).
– REDUÇÃO DAS NECESSIDADES ENERGÉTICAS:
a) aplicação de uma arquitectura de princípios bioclimáticos;
b) estudo de uma pele térmica de alta performance;
c) estudo de sistemas energéticos de alta eficácia;
d) utilização de energias renováveis: biomassa e energia solar;
e) coberturas ajardinadas.
– GESTÃO DE ÁGUAS:
a) gestão das águas pluviais;
b) redução do consumo de água potável.
– ECOSSISTEMA:
a) análise e reforço da biodiversidade.
– MATERIAIS:
a) forte limitação da energia incorporada dos materiais (énergie grise) (estrutura em madeira).
– OPTIMIZAÇÃO DA GESTÃO DA OBRA
– GESTÃO DE RESÍDUOS

2012 – Concurso : 1º Prémio
2013 – 1º Prémio ADEME

Em curso

TOPOS ATELIER DE ARQUITECTURA

BARRÉ LAMBOT ARCHITECTES