ETA LEVER LABORATÓRIOS

O projecto saído de um concurso restrito para a elaboração do projecto dos edifícios de exploração da ETA (Estação de tratamento de Águas), em Lever, revelou-se de uma complexidade insuspeita.
O objectivo era a integração dos edifícios na paisagem natural onde, paralelamente ao projecto, vinham integrar-se as infra-estruturas da ETA.
Voltando ao local, vimos confirmada a nossa primeira impressão: a paisagem apresentava-se como uma tela, onde se equilibravam horizontalmente os planos monocromáticos da encosta e do rio, costurados no centro pelo grafismo linear dos edifícios em construção.
Regressamos ao atelier convictos de que, em determinados contextos, seria preferível não manifestar originalidade…
“Na verdade, há ao mesmo tempo quantidade insuficiente e excessiva de Arquitectura.
Insuficiente no que é essencial, excessiva no que é fútil.
Insuficiente no básico e excessiva nessa maquilhagem generalizada a que se chama hoje de Arquitectura” (Paul Chémetov).
Independentemente da anulação do concurso (mudança de opções programáticas do promotor), em reconhecimento do trabalho apresentado, foi-nos encomendado o projecto dos Laboratórios.