CASA EM SEQUEIROS

Para adaptar esta antiga casa de caseiro a casa de habitação, apenas foi necessário, para a zona social, efectuar algumas demolições interiores, aproveitar toda a volumetria existente e colocar uma “caixinha” revestida a madeira para resguardar a cozinha; para a zona dos quartos, criou-se uma “caixa”, solta do chão, uniformemente revestida de perfilados em aço corten.
O conjunto vem, singularmente, relembrar o agregado rural tradicional composto pela casa rural, pelo sequeiro e pelo espigueiro e também um texto de Alberto campo Baeza sobre «Caixas, Caixinhas e caixotes».