CASA 42

As casas neste loteamento, realizado pelo atelier entre 1996 e 2000, nascem todas a partir de uma mesma volumetria e tipologia de planta em “L”.
As moradias executadas até agora permitiram verificar que, introduzindo pequenas variações e realizando adaptações cuidadas ao terreno, é possível, a partir de uma “mesma casa”, produzir ambientes diversificados e responder às particularidades dos diversos clientes sem comprometer o bem colectivo de usufruto da paisagem, da privacidade e da coerência do conjunto.

O conjunto dos muros de granito que define o lote penetra no terreno para sustentar as plataformas naturais.
Desde a empena nascente até à área coberta da garagem, o plano de cobertura desdobra-se para acompanhar o relevo e orientar o corpo em direcção à paisagem.
A casa desenvolve-se num “piso de vida”, num outro situam-se os serviços e anexos.
No interior, a pedra “Lioz Molianos” conjuga-se com a madeira de “Ipê” e com o betão aparente.
No exterior, oliveiras, pinheiros, urze e musgos acompanham o granito e o ferro oxidado.